Em Efésios capítulo 5, no versículo 1, o apóstolo Paulo nos orienta a sermos imitadores de Deus. Lucas fala sobre sermos misericordiosos como Deus (Lc 6.36), e Pedro em sua primeira carta (1 Pe 1. 14-16) nos chama de “filhos da obediência”… Está claro no decorrer de toda a Bíblia a importância de servirmos a Deus, não apenas “de boca”, mas de todo coração. E “de todo o coração” inclui as ações.

Interessante observarmos que falar de Deus, ler a Bíblia, orar, ir à igreja, tudo isso é relativamente fácil… Mas quando se trata de vivermos a palavra de Deus no dia-a-dia, as coisas podem ficar bem complicadas! Deus é amor. É misericórdia. É bondade. Fácil de entender, não é mesmo? Mas, quanto dessas características você consegue estender para aqueles que convivem com você todos os dias? Consegue amar seu cônjuge mesmo quando ele(a) está irritado(a)? Consegue ter misericórdia com as falhas e dificuldades de seus familiares? Consegue estender bondade para todos?

Sei que todos nós, como “bons” cristãos tentamos dar o nosso melhor todos os dias (ou ao menos, deveríamos!). Mas se pararmos para refletir que nem mesmo Jesus aceitou a definição de “bom”… (Em Marcos capítulo 10, versículo 18, Jesus responde: “Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus”), podemos fazer então, uma breve avaliação de como anda o nosso cristianismo… Pois se Jesus, Filho de Deus, que não pecou, mesmo vivendo num corpo humano entre nós aqui na terra, diz que existe apenas “Um” que é bom, e esse é Deus, não estaríamos nós, nos conformando com um cristianismo medíocre?

Quantos de nós de fato tentamos imitar a Cristo no nosso dia-a-dia? Quantos de nós de fato vivemos o verdadeiro amor? A começar por aqueles que moram conosco?! A misericórdia me parece, que passa longe de alguns lares que se dizem “cristãos”. Da mesma forma, a bondade… Quantos pais irados tratam seus filhos como se fosse um estorvo em suas vidas? Quantos maridos gritam com suas esposas e se dirigem a elas com total estupidez? Quantas esposas tratam seus maridos como estranhos dentro de casa? Pais que não dão atenção aos filhos, que por sua vez também não respeitam os pais…

Lares cristãos?

A Bíblia nos orienta a sermos imitadores de Deus. Deus é perdoador. Deus ama incondicionalmente. Deus é misericordioso e nos aceita e acolhe infinitas vezes, mesmo quando erramos e pecamos contra Ele.

Só por alguns dias, te desafio a colocar essas três características de Deus em prática na sua vida. Seja amoroso com seus familiares, como Deus é com você. Seja bondoso com cada integrante da sua família. Estenda misericórdia a todos da sua casa. Só por alguns dias… Comece com uma semana… Depois por 10 dias…

E quando estiver se saindo bem… Quando sentir que já está praticando com facilidade, que está amado como o Senhor, tendo misericórdia e sendo bondoso como Deus é com você… Então Incorpore esses três traços do Senhor em sua vida, diariamente e definitivamente. Até que façam parte de você. Até que se tornem permanentes em sua vida.

Que Deus lhe abençoe!

#umolharnaeternidade

#rosilenimansano

@umolharnaeternidade

@rosilenimanano


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *